07/08/2017

Vila Verde respirou cultura com as Noites Temáticas do Pico de Regalados


O sublime e delicado perfume da cultura voltou a pairar intensamente no concelho, graças a três noites consecutivas de espetáculos ao vivo. Música tradicional, teatro, dança, folclore, poesia e fado, numa iniciativa com grande diversidade de manifestações artísticas que encheram de cor e alegria o centro da vila. O público aderiu em massa e pintou belas molduras humanas na praça central da vila para assistir, de 04 a 06 de agosto, às Noites Temáticas do Pico de Regalados.

Na primeira noite, 04 de agosto, as performances enérgicas e dinâmicas marcaram o serão que começou com um espetáculo de música ao vivo protagonizado pela Escolinha de Música de Gondiães. O sábado, 06 de agosto, foi dedicado à cultura popular. O III Festival de Folclore contou com a participação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Valongo do Vouga (Águeda) e do Rancho Infantil da Praça das Rendilheiras de Vila do Conde, além do grupo anfitrião, Rancho Infantil e Juvenil da Vila de Pico de Regalados.

A noite de domingo fechou com chave de ouro o programa picoense, com grande diversidade de espetáculos. Dança (Companhia de Dança 77/AMUTER), ginástica sénior, teatro (atores locais) e fado, com a fadista Patrícia Costa, foram os condimentos de mais um serão memorável. As Noites Temáticas do Pico de Regalados são organizadas pela Junta da União de Freguesias do Pico de Regalados, Gondiães e Mós, e inserem-se na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde.

O trabalho meritório das instituições locais


Presente no evento, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, congratulou a Junta da União de Freguesias, bem como as associações locais e instituições locais, pelo excelente trabalho desenvolvido em torno do evento. Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde não escondeu a satisfação em regressar à terra que o viu nascer para assistir a um evento cultural desta dimensão. António Vilela reiterou os elogios ao trabalho desenvolvido pela autarquia picoense em conjunto com as associações e instituições locais, um esforço que “valoriza o território e proporciona às pessoas excelentes momentos culturais”.

“Um cartaz turístico ímpar”

O edil prosseguiu agradecendo à plateia a presença massiva no evento, “vocês dão vida e alma ao concelho”. “Esta iniciativa insere-se numa programação vasta que, de agosto a novembro, percorre o concelho com dezenas de iniciativas que valorizam as nossas terras, pessoas e tradições. Que fazem de Vila Verde um concelho de muito sucesso, com um cartaz turístico ímpar”, concluiu António Vilela.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Na Rota das Colheitas 2016. Obrigada pelo seu comentário.

Na Rota das Colheitas 2017