23/10/2017

A força da tradição em toda a sua magnitude na desfolhada, malhada e festival da broa de milho caseira de Oriz S. Miguel!


A força da tradição minhota sentiu-se em toda a sua magnitude na freguesia de Oriz S. Miguel, que, ontem (22 de outubro), organizou uma desfolhada, malhada e festival da broa de milho caseira. Por volta das 15h00, ao início de uma ensolarada tarde de outono, começava o corte das canas de milho, que seriam de seguida transportadas para a eira num carro de madeira puxado por uma junta de bois. Depois, começou a desfolhada. A força de braços de homens e mulheres separou as canas verdes das espigas douradas, que eram amontoadas em grandes cestos. As canas formaram uma enorme meda de palha, fundamental para assegurar provisões para a alimentação do gado durante os meses de inverno, personificando um dos predicados do mundo rural, onde pouco ou nada se desperdiça. De seguida, decorreu a malhada, que separa o cereal da espiga, e por fim a peneiração.

Um pouco mais tarde, começou o Festival da Broa de Milho Caseira. As broas foram confecionadas no local e, além de degustarem o pitéu, os visitantes também puderam aprender a receita tradicional. Começa tudo com a preparação do fermento, que deve levedar durante algumas horas. De seguida, peneira-se a farinha, antes de colocar água quente e sal. Com o forno a lenha já bem quente, é altura de moldar a massa e colocá-la a cozer. Um autêntico festim para o palato, já que ao delicioso pão caseiro se juntaram algumas das mais apreciadas iguarias da região, partilhadas gratuita e generosamente com todos os presentes. Sardinhas, pataniscas, tacos de bacalhau e carne na grelha, entre outras, acompanhadas pelo bom vinho verde da região e por um caldo verde preparado como manda a tradição, num pote de ferro colocado diretamente sobre o lume de uma fogueira. Durante toda a tarde, não faltou também a alegria contagiante da música popular, graças à atuação de um grupo de tocadores de concertina que foi acompanhando e animando os trabalhos.

“Foi uma iniciativa espetacular”
As boas condições climatéricas e a reputação de uma iniciativa cada vez mais conhecida na região levaram a um aumento da afluência popular em relação às edições anteriores. Chegaram a Oriz visitantes oriundos de todo o distrito, como é o caso de Maria Eduarda Silva, de Caldas de Vizela. “Soube da iniciativa através dos meios de comunicação social e resolvi vir cá, porque gosto de experiências novas e diferentes. Foi uma iniciativa espetacular. Gosto muito destes revivalismos e de atividades que vão ao encontro da tradição portuguesa, da genuína cultura popular. Até já fiz aqui algumas amizades, o ambiente é muito bom”, referiu Maria Eduarda Silva. Por sua, vez o presidente da ARC Oriz S. Miguel, Paulo Jorge Fernandes, aproveitou para agradecer a S. Pedro o dia soalheiro, que ajudou a aumentar o número de visitantes, e para frisar o objetivo do evento, “divulgar e reviver as tradições da freguesia e do concelho”.

Música, alegria, tradição e boa gastronomia!
Presente no local, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde não escondeu a satisfação pela evolução e crescimento de uma atividade que começa a consolidar o seu espaço na agenda cultural da região. Júlia Fernandes prosseguiu com uma palavra de destaque para a “enorme alegria que se vê na cara das pessoas”. “Para os mais velhos é uma oportunidade de recuarem ao seu tempo de juventude, de reviverem as tradições e as lides do campo, e para os mais novos é uma forma divertida e dinâmica de conhecerem a tradição do Minho”, afirmou Júlia Fernandes, aproveitando também para congratular o excelente trabalho desenvolvido pela organização, que proporciona a todos os presentes uma tarde de diversão, cultura e boa gastronomia.

A Desfolhada/Malhada do Milho com Festival da Broa de Milho é uma iniciativa organizada pela ACRD de Oriz S. Miguel e insere-se Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde. Uma programação turístico-cultural diversificada e abrangente, que, do primeiro fim de semana de agosto ao último de novembro, se desdobra em 35 iniciativas de promoção e divulgação da tradição minhota e do genuíno pulsar do mundo rural. A Rota prossegue já no próximo fim de semana (27 a 29 de novembro) com as Feiras Novas do Pico de Regalados.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Na Rota das Colheitas 2016. Obrigada pelo seu comentário.

Na Rota das Colheitas 2017