08/10/2017

Festa das Colheitas 2017: O mundo rural em todo o seu esplendor no Dia da Agropecuária!


Concurso Pecuário e Avícola, feira tradicional, festival de folclore e Festa do Caurdo. Ontem, 07 de outubro, o mundo rural brilhou em todos o seu esplendor na Festa das Colheitas – XXVI Feira Mostra de Produtos Regionais. Nota de destaque ainda para a entrega dos prémios dos concursos (broa, mel, marmelada e geleia), para as atuações da Academia de Música de Vila Verde e da Banda Musical de Vila Verde e para o Festival Folclórico Concelhio. O dia começou com o Concurso Pecuário Regional e Concelhio e o Concurso de Raças Avícolas Regionais, que em conjunto, contaram com mais de uma centena e meia de animais a concurso. Um prémio merecido para os melhores produtores da região, que tiveram direito a um prémio monetário e um troféu. No entanto, ninguém foi para casa de mãos a abanar porque todos os participantes levaram para casa um saco de ração.

Uma iniciativa encetada pelo Município de Vila Verde e duas entidades locais, AMIBA e Cooperativa Agrícola de Vila Verde, com o intuito de promover e valorizar o trabalho desenvolvido pelos produtores no setor agropecuário, que continuam a manter bem viva a força do mundo rural. Pelo meio, houve ainda tempo para o habitual desfile que ajuda a abrilhantar o evento. Os animais a concurso saíram em cortejo rumo ao Campo da Feira, ‘palmilhando’ uma das principais artérias da sede de concelho e regressaram depois ao ponto de partida.

Os produtos frescos do campo
A toada continuou ao início da tarde com mais um hino aos costumes da cultura popular do Minho. A XIV Feira Tradicional – Reviver o Passado, organizada pela Associação de Folclore de Vila Verde, levou os participantes a recuar no tempo. Os trajes de época, os produtos frescos do campo, os pregões e a alegria das gentes minhotas. Uma oportunidade para os promotores locais exporem e comercializarem os seus produtos, valorizando a agricultura local. Em simultâneo, proporciona aos visitantes da Festa das Colheitas a oportunidade de experimentarem na primeira pessoa os hábitos e costumes tradicionais, enquanto se deliciam com os produtos viçosos e saborosos cultivados pelos agricultores locais. Um pouco mais tarde foi tempo de premiar os participantes nos concursos do mel, broa, marmelada e geleia, e de saborear os pitéus preparados com mestria por mãos muito experimentadas nestas andanças. Ao final da tarde, pelas 17h30, o Palco das Colheitas recebeu mais um excelente momento musical, com o concerto da Academia de Música de Vila Verde.

Casa cheia na XVI Festa do Caurdo
Ao início da noite, foi a euforia total. Se diariamente a gastronomia regional já costuma atrair um mar de gente ao recinto, ontem deu para tudo. Enquanto as tasquinhas e restaurantes do recinto estavam sem mãos a medir, a XVI Festa do Caurdo também recebia um banho de multidão. O entusiasmo era grande e a oferta bastante diversificada. No total, foram servidas mais de duas dezenas de caldos diferentes, confecionados com os produtos locais por outros tantos grupos folclóricos vilaverdenses. No final da noite tinham sido consumidos mais de mil e quinhentos litros de caldo, acompanhados com broa e vinho à discrição.

Os espetáculos de música ao vivo foram o grande destaque do serão. Primeiro, a Banda Musical de Vila Verde fez ecoar pelo recinto um repertório rico e diversificado. De seguida, começou o Festival Folclórico Concelhio, que levou ao Palco das Colheitas vários grupos vilaverdenses. Uma mostra genuína da etnografia local, marcada pela animação e alegria que caracterizam o folclore. A plateia brindou as atuações com chuvas de aplausos e houve várias pessoas que não resistiram a acompanhar com um pezinho de dança os contagiantes ritmos da tradição minhota.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Na Rota das Colheitas 2016. Obrigada pelo seu comentário.

Na Rota das Colheitas 2017