20/11/2017

Forças vivas de Cervães unidas em torno da ‘Tradição dos Nossos Avós - Ciclo de Pão de Milho’!


A chama da tradição está bem viva em Cervães. Se dúvidas houvesse, foram dissipadas pela forte união entre as forças vivas da freguesia em torno da ‘Tradição dos Nossos Avós – Ciclo do Pão de Milho’. Durante três dias, 18 a 20 de novembro, o milho é rei e senhor por terras cervaenses. Exposições, apresentações em vídeo, degustações, momentos musicais e visitas guiadas são algumas das atividades dedicadas a este ícone na agricultura e da ruralidade minhota, que dá também o mote para se conhecer melhor o património natural e edificado da freguesia. As iniciativas decorrem no Centro Social e Paroquial de Cervães.

O pontapé de saída decorreu ao início do serão de sábado, 18 de novembro, com a abertura da exposição de utensílios e artefactos relacionados com o ciclo do milho, começando pela sementeira, passando pela colheita e pela moagem, até chegar ao forno para dar corpo ao famoso pão de milho da gastronomia regional do Minho. A sessão foi abrilhantada pela atuação musical do grupo Infanto-Juvenil de Cervães, sob a batuta do maestro Alfredo Macedo.

O pão de milho acabado de sair do forno
A manhã de domingo começou com uma caminhada que levou os participantes ao encontro das belas paisagens naturais da freguesia e a incluiu a visita a um antigo moinho que está a ser alvo de uma intervenção de recuperação. No mesmo dia, durante o período vespertino, decorreu a degustação do pão de milho (cozido no local e servido acabado de sair do forno) e das tradicionais ‘Sopas de Burro Cansado’. A tarde foi ainda animada por uma atuação de folclore. Para hoje, 20 de novembro, estão reservadas as visitas dos estabelecimentos de ensino da freguesia e dos utentes seniores do Centro Social e Paroquial de Cervães.

A união faz a força
Um evento altamente mobilizador, que conta com a participação de todas as forças vivas da freguesia (grupos, associações, estabelecimentos de ensino, Junta de Freguesia…) e resulta de uma organização conjunta entre a cervaense Maria Amélia Oliveira e o Centro Social e Paroquial de Cervães. A iniciativa insere-se na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que, de agosto a novembro, se desdobra em 35 iniciativas de promoção e valorização da genuína tradição minhota.

Valorizar o património cultural, natural e edificado
‘Tradição dos Nossos Avós – Ciclo do Pão de Milho’ é um evento que surgiu da vontade de promover e valorizar o património cultural, natural e edificado da freguesia. “Procuramos transmitir os valores e a imensa tradição da nossa freguesia. Não podemos deixar de transmitir estes saberes aos mais novos, é essa a nossa primeira preocupação, daí que estas atividades tenham começado nas escolas. Estas iniciativas permitem aos mais velhos recordarem as práticas e vivências tradicionais e são uma excelente forma para alertar os mais novos para a riqueza do património imaterial, edificado e ambiental da nossa freguesia”, afirmou Maria Amélia Oliveira, sem esconder a satisfação pela forte adesão ao evento. “Há um grande espírito de união e colaboração, com todas as forças da freguesia (culturais, cívicas, políticas e religiosas) unidas em torno da atividade”, referiu. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Na Rota das Colheitas 2016. Obrigada pelo seu comentário.

Na Rota das Colheitas 2017